Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

A CAIXA implementou em sua estrutura modelo de atendimento e negócios para clientes do Atacado. Alinhado às práticas do mercado, o modelo envolve nova segmentação de clientes, ampla oferta de produtos e serviços, abertura de unidades de atendimento exclusivo com equipe especializada e foco em setores que a CAIXA possui forte atuação, como infraestrutura, construção civil e agronegócio

Segundo o vice-presidente de Atacado da CAIXA, Eduardo Dacache, o modelo possibilita ao banco tornar-se ainda mais competitivo no mercado de atacado, respondendo prontamente aos desafios atuais. “Essa estrutura incrementa a capacidade negocial e operacional da CAIXA para ampliar negócios com médias e grandes empresas, garantindo competitividade na execução da estratégia de negócios do banco”, disse.

O objetivo da CAIXA é ampliar os negócios com as empresas médias. Para as grandes empresas, o foco será operações de mercado de capitais e apoio a projetos de infraestrutura.  

Dentro dessa estratégia, a CAIXA abriu 59 unidades de negócios Empresariais distribuídas em todas as regiões do país, sendo 51 unidades ao atendimento do segmento de Médias Empresas – formado por empresas entre 30 e 500 milhões de reais de faturamento bruto fiscal anual, e 8 unidades especificas para o segmento Corporativo, empresas com faturamento anual acima de R$ 500 milhões.

Para realizar o atendimento do mercado Atacado, a CAIXA, além da rede de atendimento específica, selecionou 1.200 empregados que se dedicarão exclusivamente ao relacionamento e desenvolvimento de soluções para os clientes do segmento.

A carteira de clientes do atacado abrange atualmente mais de 20 mil empresas, com créditos da ordem de R$ 75 bi, com destaque para as carteiras de infraestrutura, com saldo de R$ 43 BI. A CAIXA espera em três anos alterar a composição da sua carteira de credito do Atacado, hoje concentrada nas grandes companhias.

Ampliar as soluções de cash management está entre as prioridades da Estratégia. “Vamos entregar mais valor ao cliente e com isso capturar resultado para o banco”, afirmou o vice-presidente.  Dacache comenta ainda que a CAIXA busca a liderança no mercado de middle market. Queremos nos consolidar como banco da média empresa, aumentando a participação nos negócios dentro desse nicho, com a oferta completa de produtos e serviços e atendimento segmentado, focada nas necessidades desse mercado”, afirmou.

Modernização e compliance:

A implantação do Modelo de Negócios para Clientes do Atacado é um passo importante para a modernização da instituição no relacionamento com os clientes. O banco se prepara ainda para implantar uma rede Private para o atendimento aos grandes investidores Pessoa Física, seguindo os modelos já adotados pelo mercado, aproveitando a credibilidade e a confiabilidade da marca CAIXA como diferenciais.

A CAIXA já possui um time que atende às mais altas exigências em termos de Certificação para o mercado Private e vamos, neste ano, intensificar o treinamento e adequar nosso portfólio às novas exigências dos clientes” afirmou Dacache.

Ainda dentro do Atacado, está sendo revisitada a estratégia de Tesouraria. O banco entende que para ampliar a participação da CAIXA no Mercado de Capitais, a Tesouraria terá um papel importante para o relacionamento com as Companhias de Capital Aberto e com as demais Instituições Financeiras.

Para dar suporte às estratégias, a CAIXA vem realizando uma revolução nos seus processos internos, com o desafio de simplificar os processos operacionais, mantendo a qualidade no compliance e controle dos riscos.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook