Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

O médico sanitarista e epidemiologista Jarbas Barbosa alertou, em uma entrevista, que o país corre o risco de ter o surgimento de novas variantes caso caso medidas mais restritivas não sejam adotadas. O Brasil representa hoje um risco para todo o planeta, mencionou Jarbas Barbosa que também é Vice-diretor-geral da OPAS/OMS (Organização Pan-Americana da Saúde).

“Todo país onde a transmissão se encontra descontrolada representa um risco para si mesmo e para todos”, afirmou Barbosa. Ele explicou que variantes de vírus são consequências das mutações naturais, mas a brasileira, conhecida como P1 e que indicou maior transmissibilidade nos estudos iniciais, pode impactar severamente os sistemas nacionais de saúde.

“[Variantes] podem mudar o comportamento do vírus para melhor ou pior. Transmitindo mais rápido, vamos ter uma proporção maior de casos graves sendo gerados. Inevitavelmente os serviços de saúde não conseguem atender a demanda”, completou.

Uma solução eficaz, mas incômoda social e economicamente seria um lockdown para conter os casos de Covid-19 e, por consequência, reduzir a transmissão do coronavírus no país. Barbosa destaca que a adoção de medidas mais restritivas como o lockdown “tem que ser avaliada com muito critério” por causa dos diferentes impactos na sociedade.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook