Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Um medicamento experimental Covid-19 que promete ser uma espécie de Tamiflu para a pandemia teve resultados positivos em um estudo preliminar, disse um dos desenvolvedores do medicamento.

A pílula, que está sendo desenvolvida pela Ridgeback Biotherapeutics LP e Merck & Co., reduziu significativamente o vírus infeccioso em indivíduos em um estudo intermediário após cinco dias de tratamento, informou Ridgeback em um encontro virtual de cientistas de doenças infecciosas no sábado.

Estudos adicionais do antiviral experimental estão em andamento. Se for capaz de tratar pessoas com Covid-19 que apresentam sintomas, a droga reforçaria um arsenal limitado de tratamentos e seria o primeiro antiviral oral contra a doença.

Após mais de um ano de pandemia, os médicos e os pacientes da Covid-19 têm poucas opções. Apenas um antiviral foi autorizado para uso: remdesivir da Gilead Sciences Inc., e mostrou fornecer apenas um benefício modesto em pacientes hospitalizados, reduzindo suas estadias em vários dias.

O medicamento experimental, denominado molnupiravir, poderia cumprir um papel importante ao ajudar também as pessoas que estão doentes, mas ainda em casa, desempenhando o mesmo papel desempenhado pelo Tamiflu para a gripe, dizem alguns especialistas em doenças infecciosas.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook