FALTA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA FORÇA MORADORES A FAZER “VAQUINHA” PARA COMPRAR LÂMPADA EM QUEIMADOS

Moradores convivendo com a escuridão em ruas e em praça pública se unem para iluminar o local que tem sido alvo de assaltos

Moradores do Bairro da Paz juntos colocando iluminação publica no bairro - Foto: Divulgação
Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

BAIXADA FLUMINENSE – VERGONHA! Os moradores do Bairro Da Paz em Queimados na Baixada Fluminense, estão fazendo “vaquinha” para comprar lâmpadas para colocar na pracinha e na quadra do bairro; motivo: segundo os moradores, não há como contar com a prefeitura de Queimados, pois o bairro tem sido tratado com descaso. Os moradores vêm se sentindo desprezados.

Morador em escada subindo em poste, correndo risco na colocação de iluminação publica – Foto: Divulgação

Como não bastasse a cidade ter sido considerada a mais violenta do Brasil, a população ainda precisa conviver com a falta de iluminação pública em várias ruas, inclusive algumas do Centro de Queimados, além de ruas esburacadas, asfalto desnivelados, falta de sinalização em quebra-molas e nas últimas semanas o roubo de veículos cresceu de forma assustadora na cidade a ponto de forçar os motoristas de aplicativos a não trabalharem a noite. Depois que,  na última semana, um motorista do aplicativo Uber ter sido alvo de assaltantes, que além de roubarem o seu veículo ainda o espancaram, muitos estão com medo de pegar clientes no período da noite.

Mas,  voltando aos moradores do Bairro da Paz, os mesmo já convivem com a falta de assistência por parte do poder público municipal já há algum tempo. O morador conhecido na região como Binha soldado postou nas redes sociais várias fotos dos moradores colocando iluminação pública nos postes, responsabilidade que seria da prefeitura. Ainda segundo moradores, os mesmos continuam descontando as taxas de iluminação pública na conta de luz.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook