Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Foi confirmada nesta sexta-feira a morte cerebral do prefeito de Nilópolis, na Baixada Fluminense, Farid Abrão, de 76 anos. O prefeito de Nilópolis estava Internado desde segunda-feira, 30 de novembro, no Hospital Copa D’Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio e de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura seu quadro se agravou e a confirmação de morte cerebral foi declarada pelos médicos. No dia seguinte à internação, houve piora do estado de saúde e Abrão, irmão do patrono da Beija-Flor de Nilópolis, Aniz Abraão David, precisou ser sedado e intubado.

Farid Abrão, que presidiu a escola de samba Beija-Flor por 18 anos, assumiu a prefeitura de Nilópolis em 2001, onde foi reeleito. Já em 2014, iniciou o quinto mandato de deputado federal e, em 2016, foi eleito prefeito mais uma vez. Neste ano, comandou a campanha de seu sobrinho Abraãozinho David (PL), que foi eleito para assumir, em 2021, a prefeitura da cidade da Baixada Fluminense.

A escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis expressou luto, diante do ocorrido, em um comunicado emitido na noite desta sexta-feira.

“Farid morreu nesta sexta-feira, 11, devido a complicações da Covid-19. Aos 76 anos, ele concluía seu terceiro mandato na prefeitura. No Legislativo, somou cinco mandatos como deputado estadual da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), tendo deixado a Casa em 2017 para retornar ao cargo de prefeito”, afirma a nota, relembrando a trajetória de Farid Abrão.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook