Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Organizações judias dos EUA e internacionais homenagearam o secretário-geral da Liga Mundial Muçulmana, Sheikh Mohammed al-Issa, com o primeiro Prêmio de Combate ao Antissemitismo por sua luta contínua contra a intolerância religiosa.

O Movimento de Combate ao Antissemitismo e a Federação Sefardita Americana concederam a al-Issa, clérigo saudita, o prêmio em uma cerimônia realizada em 9 de junho, realizada on-line*. A homenagem reconhece seus esforços para unir pessoas de todas as religiões e inspirar a próxima geração de líderes a promover a paz em vez de o ódio.

Embora judeus e muçulmanos viveram séculos juntos, nessas últimas décadas, infelizmente, nos distanciamos”, disse al-Issa durante a cerimônia. “Agora, precisamos reconstruir as pontes de diálogo e os laços de parceria entre nossas comunidades.

Al-Issa condenou a negação do Holocausto e, em janeiro, liderou uma delegação de líderes islâmicos de mais de duas dúzias de países no campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Polônia, para homenagear judeus europeus mortos no local durante a Segunda Guerra Mundial, informou a Associated Press.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook