Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Após se reunirem na Praça Itália, no centro da cidade de Santiago, no último domingo (18) milhares de manifestantes de extrema-esquerda realizaram uma manifestação que acabou em confronto e vandalismo. O ato foi organizado para comemorar o primeiro aniversário dos protestos que eclodiram no ano passado contra a desigualdade no Chile. A estrutura foi atacada por vândalos encapuzados.

Segundo a agência Reuters, mais de 15 estações de metrô foram fechadas temporariamente durante os tumultos, e vândalos atacaram outra igreja de Santiago, incendiando seu pináculo.

Duas igrejas localizadas em Santiago, capital do Chile, foram saqueadas e incendiadas por extremistas de esquerda durante protestos violentos.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook