Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

O Ministro da Saúde Nelson Teich, no governo há menos de dois meses, pede exoneração. A defesa do ex-ministro para que o país seguisse as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) para brecar a proliferação da doença no país gerou atrito com o presidente Bolsonaro, que é a favor da tese de que a economia não pode parar e que apenas uma parcela da população, os chamados grupos de risco deveriam ficar em isolamento.

O apoio público do presidente para o uso da cloroquina também foi outro motivo de discordância entre os dois. Uma coletiva está prevista para acontecer em algumas horas para esclarecimentos.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook