Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

A nova pandemia de coronavírus já matou mais de 582.000 pessoas em todo o mundo. Mais de 13,4 milhões de pessoas em todo o mundo foram diagnosticadas com COVID-19, a doença causada pelo novo vírus respiratório, de acordo com dados compilados pelo Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas da Universidade Johns Hopkins. Acredita-se que os números reais sejam muito mais altos devido à escassez de testes, a muitos casos não relatados e a suspeitas de que alguns governos ocultem ou subestimam o alcance dos surtos de seus países.

Os Estados Unidos se tornou o país mais afetado, com mais de 3,4 milhões de casos diagnosticados e pelo menos 137.235 mortes. O condado de Los Angeles viu um número recorde de hospitalizações por COVID-19 nesta quarta-feira. O departamento de saúde do condado relatou 2.193 pessoas atualmente hospitalizadas. Pessoas entre 18 e 40 anos estão sendo hospitalizadas em uma taxa mais alta do que antes, também, de acordo com o departamento, houve 2.758 novos casos e 44 novas mortes relatadas no município nesta quarta-feira.

O Texas registrou um número recorde de novos casos e mortes de COVID-19 nesta quarta-feira, de acordo com dados do departamento de saúde do estado. Houve 10.791 novos casos e 110 novas mortes relatadas. O Texas tem 282.365 casos confirmados e 3.432 mortes em todo o estado. Atualmente, existem 10.471 pacientes internados e unidades de terapia intensiva estão sendo preenchidas em algumas áreas. Atualmente, a região de Beaumont não possui leitos de UTI disponíveis.

Pessoas assintomáticas e pré-sintomáticas transmitem a maioria das infecções por COVID-19 segundo estudos. A volta as aulas com o ensino presencial está programado para começar em 19 de outubro com uma “abordagem faseada”, mas a data pode mudar com base nas condições do COVID-19, de acordo com o distrito escolar.


Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook