Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Com o intuito de renovação e inclusão da diversidade em seus quadros de vereadores, o Partido Democrático Trabalhista (PDT) abre espaço para candidaturas LGBTs nas eleições municipais de 2020. Os novos candidatos e candidatas concorrerão, pela sigla do saudoso Leonel Brizola, à cadeiras nas câmaras de diversas regiões do Estado. 

Os nomes escolhidos fazem parte do “braço de inclusão da legenda – O PDT Diversidade”, onde se reúnem para discutir e contribuir ao partido com pautas e posicionamentos modernos sobre os movimentos LGBTQIA+.

Dentre os sete candidatos LGBT+ lançados pelo partido, algumas personalidades são marcadas por suas histórias de superação e conquistas.

( Foto: PDT)

Glauco Vital (Candidato pelo Município do Rio de Janeiro)

Carioca e morador da Zona Norte, Glauco Vital é um homem trans, ativista LGBT+ e pai. O candidato, de 49 anos, possui em sua trajetória importantes e históricas conquistas para o movimento.

Formado em produção audiovisual, no ano de 2017, Vital obteve o direito de ter seu nome social no certificado de conclusão de curso. Em 2019, realizou o sonho ser pai da pequena Giovanna.

Na época, como funcionário da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual do Rio de Janeiro (CEDS), o agora candidato foi o primeiro homem trans a ganhar o direito à licença-paternidade pela prefeitura do Rio de Janeiro.

Agora, em 2020, Glauco se lança em outro desafio: disputar uma cadeira na câmara de vereadores na cidade do Rio pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), com o número 12020.

Não quero ser só o primeiro homem trans a ocupar uma cadeira como vereador do Rio de Janeiro; quero ser o primeiro homem trans que teve a oportunidade de mostrar o seu trabalho e competência estando lá!” Afirmou o Glauco.

( Foto: PDT)

Luana Rayala (Candidata pelo Município de São Gonçalo)

Moradora de São Gonçalo, Luana Rayalla é mulher trans e PCD. A jovem de apenas 25 anos cresceu no bairro do Sacramento com sua mãe, pai e irmã. Fruto do ensino público, hoje é estudante de Biblioteconomia e documentação na UFF.

Ativista no movimento LGBTI+ organizado, integrante da Associação Gonçalense LGBTI+ e participante do movimento estudantil, Rayalla exerce também a função de diretora no Diretório Central dos estudantes da UFF e busca conquistar espaço no Conselho Municipal da pessoa com deficiência.

Luana Rayalla é candidata a Vereadora de São Gonçalo pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), número, 12200.

Seus interesses e objetivos são de lutar por políticas públicas que atendam pessoas em condição de vulnerabilidade social, trabalhar pela promoção da educação pública, da cultura, dos direitos, da cidadania da população LGBTI+ e das Pessoas com Deficiência.

( Foto: PDT)

Daniele Santos (Candidata pelo Município de São João de Meriti)

Moradora de São João de Meriti, Baixada Fluminense, Danielle Santos tem 35 anos, é lésbica, chef de cozinha e ativista do movimento LGBTI+.

Entre 2016 e 2018, foi voluntária do projeto social da Igreja Mórmon para atender pessoas em situação de vulnerabilidade social em São Paulo. Por iniciativa própria, confeccionava bolos para famílias carentes na data de seus aniversários. 

Daniele foi bolsista da primeira turma da Le Cordon Bleu em 2018 e por seu amor à gastronomia gastava cerca de quatro horas no trânsito, entre a baixada e a zona sul para realizar o seu sonho. Em 2019, participou do reality Show Mestre do Sabor.

Em 2020, seu desafio é a disputa a uma das vagas da câmara da cidade de São João de Meriti, como vereadora, pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), 12200.

Seu objetivo é tornar São João de Meriti diferente e que avance para oferecer oportunidades para outros jovens, assim como ela teve, através da educação.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comentários no Facebook