Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Os internautas ficaram revoltados com o conteúdo de um vídeo que circulou nas redes sociais onde um pastor surge agredindo sua mulher. Aos gritos, xingas e tapas, o religioso conhecido como Nilton e que cuida de uma igreja em Ribeirão das Neves, em Minas Gerais, perdeu o controle totalmente.

Mediante o caso que muito repercutiu nas redes sociais, então Nilton se pronuncia em um novo vídeo alegando que as imagens que viralizaram anteriormente, são antigas. Ele diz que o vídeo foi gravado em 2019, e disse que seu casamento foi restaurado por Deus, e hoje vive uma vida feliz ao lado de sua esposa. Nas redes sociais, ele disse que: “alguns pastores, conhecidos, tem esse vídeo, já viram esse vídeo, já comentaram desse vídeo comigo, e sabem que é antigo“.

O pastor garante que as agressões não existem mais.

Nilton disse ainda que se sente muito arrependido do que fez, e revelou que não abriu mão de seu casamento que segundo ele, está como um alicerce, bem fixado. Na sequencia, a mulher do pastor também se pronunciou e disse  que o seu esposo chegou a ser preso no ano de 2020.

Por conta da violência doméstica, ele respondeu pela leia Maria da Penha. Além disso, ela contou que denunciou todos os perfis que voltaram a republicar o vídeo e espera que estes sejam responsabilizados.

Logo mais abaixo você poderá assistir  o vídeo, no qual o pastor aparece ao lado de sua esposa e diz que está arrependido. Ainda nas imagens da mesma gravação, o religioso diz que o seu casamento está restaurado devido a Deus:

Alerta!

Vale lembrar que se por um acaso você estiver passando por uma situação de violência doméstica,como esta, ou tenha visto alguém passar por isso, não pense duas vezes, e denuncie. Ligue 180.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook