Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Secretaria de Cultura e Turismo começou a receber os profissionais no dia (24/04). Documento oficializa atividade no município

Por Marina Mendes

BAIXADA – A Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, começou a receber o cadastros para emissão da Carteira Municipal do Artesão no dia (24/04). Com o objetivo de reconhecer os profissionais e valorizar os produtos confeccionados no município, o documento vai viabilizar a participação dos profissionais em feiras de artesanato, oficinas, cursos e ainda dará acesso a descontos em compra de produtos no comércio local.

Presente como atividade econômica em 78,6% dos municípios brasileiros de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o artesanato surge de linha, barro, cerâmica, palha, tecido, madeira ou papel. Materiais que parecem pouco nobres, mas que são transformados manualmente e viram objetos cheio de estilo e personalidade.

Para o Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Marcelo Lessa, a carteira é uma forma de assegurar ao profissional uma identificação oficial, além de incentivar a prática como possível modo de autonomia financeira. “Com esse documento nas mãos, o artesão vai poder ter acesso a benefícios, mas também vamos poder organizar grandes feiras, eventos, tudo com certificados e valorizando a profissão”, afirmou o gestor.

Para a agricultora Rosangela Mangili, de 55 anos, a relação com as rendas e o crochê vem de longa data. “Participo de algumas feiras de agricultura, mas também tenho vontade de expor o que faço em feiras de artesanato, por isso decidi emitir a Carteira. O artesanato é algo que faço desde criança, é uma terapia, um amor que nasce desde o momento em que imaginamos algum objeto até a hora em que vemos pronto”, declarou a moradora do bairro Vila Central.

Para emitir o documento, basta que os artesãos compareçam à Secretaria de Municipal de Cultura e Turismo, que fica na Rua Macaé, 430, na Praça do São Roque. É necessária apresentação da identidade, CPF, comprovante de residência e foto 3×4, além das peças do artesanato.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook