Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Por Estelle Shirbon, Natalie Thomas – Reuters

O Reino Unido iniciou nesta terça, 05, seu terceiro lockdown pela covid-19. A ordem é que todos os cidadãos fiquem em casa e o governo pediu para que haja um esforço da população para que este seja o último lockdown no país.

O ministro das Finanças, Rishi Sunak, anunciou um novo pacote de concessões empresariais no valor de 4,6 bilhões de libras (6,2 bilhões de dólares) para ajudar a manter as pessoas empregadas até que as medidas sejam relaxadas gradualmente, na melhor das hipóteses a partir de meados de fevereiro, mas provavelmente depois.

O Reino Unido está entre os países mais atingidos pela Covid-19, com o segundo maior número de mortes na Europa e uma economia que sofreu a contração mais acentuada no Grupo dos Sete durante a primeira onda de infecções, no primeiro semestre do ano passado.

O primeiro-ministro Boris Johnson anunciou o novo lockdown na noite de segunda-feira, dizendo que a nova variante do coronavírus, altamente contagiosa, identificada pela primeira vez no Reino Unido, estava se espalhando tão rápido que o Serviço Nacional de Saúde corria o risco de ficar sobrecarregado em 21 dias.

Só na Inglaterra, cerca de 27.000 pessoas estão hospitalizadas com Covid, 40% a mais do que durante o primeiro pico em abril.

“As próximas semanas serão as mais difíceis, mas realmente acredito que estamos entrando na última fase da luta, porque a cada vacina em nossos braços, estamos jogando as probabilidades contra a Covid e a favor do povo britânico”, disse Johnson.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comentários no Facebook