Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

A crise gerada pela pandemia do Coronavírus trouxe um clima de incerteza que se estende até aos documentos que eram a garantia de qualquer negócio: os contratos. As medidas especiais do governo (que se sucedem quase diariamente) e os fatos cada vez mais alarmante geram muitas dúvidas?

1) Como são afetados acordos firmados antes do Coronavírus?

2) Em que casos cabe negociação e em quais ela não é possível?

3) Aluguéis comerciais têm tratamento diferente de residenciais?

4) E no caso de prestação de serviços?

5) Compras de imóveis podem sofrer alguma alteração?

6) E nos contratos firmados agora, quais os principais cuidados que devemos tomar?

Essas e outras dúvidas podem ser tiradas pelo Carlo Serpa, do escritório Serpa Advogados.

Nos ajude a espalhar essa matéria entre seus amigos e grupos em que você participa.

Comentários no Facebook